É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

18 de set de 2013

Escolho o amor...

18/09/2013
9+9+6=
9+15
6
Estamos aprendendo a deixar o amor fluir através de nós...
Quanto mais escolhemos ouvir a essência e menos nosso ego, mais se torna fácil agir a partir do amor e não da ilusão...
Nosso ego é composto, como ensina Orin através de Sanaya Roman em seu livro Vivendo com Alegria, por várias personalidades. Estas personalidades foram criadas em diferentes momentos de nossa vida, com o intuito de nos ajudar. Contudo, elas são limitadas, agem a partir das crenças e da visão que tínhamos do mundo e de nós mesmos no momento em que foram criadas. Quando uma subpersonalidade aparece, precisa ser reconhecida, amada e informada da sua nova visão. Ela precisa ser informada do seu crescimento, para que possa ser integrada ao seu ser por sua essência e não mais agir de forma fragmentada do seu Todo.
Isto não é tão complicado quanto parece. Digamos que estamos enfrentando um desafio e surge uma subpersonalidade que criamos na infância nos dizendo que é hora de ter medo. Nosso corpo e mente começam a responder a esta informação, o coração acelera e começamos a temer não estar a altura do desafio. Neste momento, se estivermos presentes no aqui e agora, podemos escolher. Ao invés de nos deixarmos levar pela informação de nosso ego, podemos respirar e interiorizar, dizer a esta parte de nós mesmos que esta segura. Podemos ainda dizer-lhe que Deus, o Universo, a Fonte esta sempre trabalhando a nosso favor e que nos ajudará a lidar com o desafio de forma que atenda ao nosso bem maior.
Cada vez que escolhemos focar em toda ajuda que podemos receber ao invés de criar oposições, tudo conspirará a nosso favor.
O mundo é feito de nossas crenças manifestadas...
Por isto, eu escolho o Amor!
Namastê...

Nenhum comentário:

Postar um comentário