É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

30 de jun de 2012

30/06/2012
3+6+5=
14/5






Vamos nos movimentar?
Que tal colocar as coisas para funcionar?
Temos tanto a fazer...
Sem apegos, livre...
Abdico da robotização...
Muitas vezes deixamos de lado coisas simples, elogiar um amigo por exemplo...
Hoje quero abraçar a liberdade de criar minha manifestação com responsabilidade...
Quero fazer minha parte dando o melhor de mim em cada momento...


Esta postagem foi tirada de um blog amigo, convido a todos a conhecê-lo:




Primeiro foi a brisa.

Leve pela tarde, errante, como quem tem em si foco e objetivo, trilhando os caminhos apenas pelo prazer de trilhar.

Brisa leve, fresca, era o fim de tarde que nela cavalgava, chegando com seu poder e revelando que os quatro cantos do mundo, os quatro elementos, os quatro totens que guardam e sustentam esse céu , tem em cada ser humano, em cada mulher e homem vivente uma expressão de seus próprios poderes.

A grande aranha dourada teceu sua teia da vida de tal forma que tudo se interliga, tudo está inter-relacionado, somos uma teia viva e dinâmica de eventos, há algo que anima tudo isso, chamamos, sem entender do que falamos, essa força animadora de VIDA.

A brisa se intensifica, deixando aquela agradável sensação que temos quando o perfume da mata profunda, que tal brisa nos traz, entra com a respiração, magia, respiração, em nós.

Quando inspiramos partilhamos do sentido do mundo, nos enchemos com o AR, o vento é seu cavalo, em seu dorso cavalga o AR com seu poder , com sua magia.

Inspire e esteja aí, onde o ar entrou, dentro de si mesmo.

Sim em si mesmo está a fonte, a magia, tudo que vc pode precisar.

Segure o ar, sinta seu corpo absorvendo o ar, ele entrando nos pulmões, entrando na corrente sangüínea, fluindo por todo seu corpo.

Expire e deixe o ar ir embora, fique vazio.

Vazio, pare um pouco, fique sem ar, veja quanto tempo aguenta, treine, não seja só um leitor.

A magia do Arco-Íris, de Bifrost, não convidou apenas tua mente lendo essa mensagem.

Sua mente vai embora um dia, vc precisa de algo mais amplo.

Precisa existir em si. EI ! (imagine um grito!) Lembre de você!

A brisa sopra mais forte e agora é vento.

O vento é intenso, a brisa da tarde se tornou um vento forte que cada vez mais intenso sopra na mata.

Folhas dançam, sol brilha forte, os rios correm, as pedras continuam seu caminho, lento, sábio.

O vento é ainda mais forte é VENTANIA!

Vento forte em uma trilha de poder, uma clareira com sua fogueira ao redor da qual aqueles e aquelas que trilham o caminho guerreiro do Xamanismo possam se encontrar.

Com foco plenitude, fazendo de cada linha escrita um exercício de implacabilidade, astúcia, paciência, gentileza.

Com sobriedade partilhar os profundos questionamentos que tomam nosso ser quando nos vislumbramos mistérios entre mistérios.

Quando de fato nos tornamos cientes do que somos e do que podemos ser.

Quando percebemos nossa efemeridade, efemeridades que incidem neste plano da realidade para um brilho rápido, que em extensão é tão curto mas que pode ganhar uma intensidade inenarrável.

Intensidade, está é a chave da diverença entre a Brisa que soprava à tarde e a VENTANIA.

Quando cai a tempestade e tem VENTANIA, o caçador raio, seu irmão trovão, irmã mais velha chuva, jogam um jogo de poder.

A tempestade apaga o fogo mas o Raio continua firme.

E é ele que pode cair novamente na Terra para reascender o fogo que foi apagado, o fogo do conselho onde antes trocávamos nosso saber.

Raio, Fohática força.

Por bites, por combinações de 0 e 1, de Silêncio e Existência nos comunicamos na dimensão virtual.

Nossa casa não tinha teto, hoje não tem paredes.

Aqueles que ainda voam e conhecem o segredo de se deslocar entre os mundos saberão se encontrar.

Os que sabem que a era da Máscara de Jade se foi. Assim como tudo que teve começo teve seu fim.

Antes o Fogo, um dos níveis de Kundala era nosso elo de contato.

Agora Fohat, eletricidade nos põem em sintonia.

Atentem para essa peculiaridade dessa nova forma de contato, ela é Fohática.

Canalizamos o Raio, para que o Fogo se acenda novamente.

Para que os Quatro Totens sejam de novo plenos em seu poder.

A lista está aberta para os que desejam restaurar Bifrost , para que os Deuses e Deusas voltem a viver entre nós.

Quiçá descubramos que somos nós mesmos tais divindades e deixemos a vida de escravos e robôs.

Liberdade é o que buscamos, no mais profundo e pleno sentido deste termo.

Um sentido que só é compreendido a quem já traz essa chama em seu peito. Que já tem esse brilho em seus olhos.

Por isso o nosso toque de tambor tem um tom e embora todos sejam bem vindos há uma nação a quem esta lista é dirigida, para ela foi criada e em seu benefício pretende agir.

A nação Arco Íris, cumprindo antiga profecia das culturas nativas:

"Quando o rio e o ar estiverem sujos, quando o ser humano houver se perdido completamente da linha da vida, quando os animais estiverem ameaçados, as ancestrais árvores cruelmente abatidas, quando a doença e a tristeza estiverem dizimando o povo vermelho virá uma nova nação, uma nova tribo.

Serão em grande número, surgiram de onde não se espera.

Virão em muitas montarias, sua magia diferente, terão artes que desafiarão a compreensão.

Serão de muitas cores, por isto essa Tribo será conhecida como Tribo do Arco-Íris, eles virão quando o fim parecer certo, eles virão e curarão a Terra."

Uma lista, uma térmica ascendente onde os urubus possamos ensinar a ir mais e mais ao alto em nosso vôo, em nossa Orubós.

Boas vindas!

Que os quatro ventos do mundo se unam aos quatro ventos cibernéticos.

Convido a soltarem sua pipas virtuais, para que os ventos com elas brinquem.

Que a Ventania seja sempre forte em seu caminho apoiando seu vôo, rumo a seus próprios e auto-definidos objetivos.


Nuvem que passa - Júlio César Guerrero

29 de jun de 2012

Realize...

29/06/2012
11+6+5=
11+11= 22


Mestres construtores da realidade...
Qual é seu sonho de vida?
Pense...
Sinta...
E aja de acordo com isso...
Agir nos deixa próximos da realidade que queremos...
Precisamos ser coerentes...
Quero ser feliz e amada...
Então hoje vou distribuir alegria e amor...

O acaso vai me proteger... Titãs

28 de jun de 2012

Vice e versa...

28/06/2012
1+6+5=
12
3





“Estuda para ver em que consistes
E verás então o que existe
O que estudas, aprendes e és
Nisso justamente tu consistes
Tudo o que há fora de nós
Há também dentro de nós. Amém”

Salomão Trimossin




Para podermos nos comunicar (3) melhor é importante que aprendamos a mudar nosso ponto de vista... 
É importante sermos mais flexíveis... 
Como o enforcado da carta 12 que fica de ponta cabeça... Olhar as situações e o mundo pelos mais diversos ângulos... 
Já repararam como muitas vezes as informações de duas pessoas são complementares e não necessariamente opostas? 
Hoje deixo de lado a rigidez... 
Quero ser flexível, adquirir mobilidade, aprender a ouvir... 
Aprender a ser menos severa, menos dura, menos rude... 
Aprender a me comunicar de verdade... 
Comigo mesma, com você... 
Com meu mundo interno... 
Com meu mundo externo... 
Desta forma quem sabe eu perceba finalmente que o que acontece dentro de mim, também acontece fora e vice-versa...
Amém...

27 de jun de 2012

Sal da terra...

Gente, me desculpem por não ter postado ontem...
Interiorizações de inverno...
Para me desculpar lá vai uma música linda e que faz pensar...
Chegou a hora de arrumar!!!
E para tudo que a Pat escreveu na postagem de hoje:
Amém...



27/06/2012
9+6+5=
20 = 2






Hoje peço a meu Deus interno que desperte em mim e na minha manifestação...
Que a energia feminina encontre seu lugar no mundo...
Que ela seja ancorada no físico, que exista, se liberte, tenha voz, tenha vontade, que ela ganhe vida nova...
Dentro e fora de mim...
Que o pacto de anulação, rejeição, não vida, de não existência sejam quebrados...
Que essa nova porta se abra...
Que a cura aconteça interna e externamente...
Que a libertação aconteça...
Para que o Amor chegue e se instale...
É o que desejo...

25 de jun de 2012

25/06/2012
7+6+5=
18 = 9




Final de ciclo...
Tudo o que nos identificamos que não seja nós mesmos, é só ilusão...
Precisamos estar em nós...
Quero estar em mim...
Preciso de mim...
Preciso da minha vida...
Só assim posso me unir a tudo e a todos...
Agora de uma maneira diferente, sem dependência...
Que nosso Cristo interno desperte e nos desperte...
Para que nossa manifestação desperte...
E para que o Paraíso se realize....
É o que desejo...

Paraíso...

24/06/2012
6+6+5=
17
8



Equilibrar o espiritual e o material em nós...
Unir as duas polaridades em nós...
Em cada ato, em cada pensamento, em cada sentimento...
Quero ser inteira!!!
Estamos a manifestar um novo mito, a mudança está para acontecer.
Será que só falta você e eu para que possamos alcançar uma energia suficiente para dar o salto quântico?
Quando alcançaremos a massa crítica para que a mudança se manifeste?
Quando os 144.000 eleitos de Deus se apresentarão para realizar a Grande Obra dentro de si mesmos?
Podemos, o Paraíso pode ser aqui agora!!!

23 de jun de 2012

A torre...

23/06/2012
5+6+5=
16= 7




O arcano 16, a torre ou casa de Deus...
Achei essa meditação sobre o arcano linda e compartilho aqui...
Que todas as minhas barreiras se transformem em Liberdade....


1


ndo Luz, expirando Luz, 
"Inspirando Luz, expirando Luz,
inspirando Luz pelo seu corpo inteiro,
expirando uma profunda sensação de bem estar,
deixando seus músculos se relaxar,
se abandonar,
você entra no Templo da sua consciência.  
Para descobrir o segredo da Torre,
começa de se imaginar numa Torre de pedra,
uma Torre de meditação.
A Casa-Deus.
Você está em uma Torre de solidão.
Meditando... ao redor de você olhando
as paredes de pedra.
Escutando o silêncio ao redor de você.
Percebendo:
Meu destino é uma Torre de pedra,
meu carma me aprisiona.
De repente, um raio, um relâmpago
ilumina o interior da torre,
um relâmpago que vem do mais alto,
de mais alto do que o alto da Torre.
Na luz do relâmpago percebe:
Eu sou o relâmpago.
Minha Torre é um relâmpago de Luz.
Você já vestiu a forma do relâmpago.
E você se lembra,
se lembra que você é uma consciência,
uma consciência sem forma,
infinita, livre, livre,
capaz de vestir qualquer forma.
Lembra-se que você não é suas roupas,
não é seu corpo, nem suas emoções,
lembra-se que é consciência pura,
é o Eu Superior que você é.
Inspirando a Luz, expirando a Luz,
você sobe para o Céu,
para o Infinito.
Desce.
Desce como a chuva, sem forma.
Desce em chuva.
Você é uma chuva de benções,
que desce para a Terra.  
Ao chegar na Terra, você veste seu corpo humano.
Entra livremente na Torre do destino.
Entra na Torre, como entra um arquiteto.
Entra com o Poder de dar à Torre do seu destino
a forma que você quer.
E você arquiteta a Torre na forma de um castelo,
lindo, na beira de um rio,
onde se refletem árvores
e a beleza da construção alta que você edificou.  
De novo você chama o relâmpago.
Do Nada, você chama o relâmpago.
Ao longo dessa corda de Luz,
sobe para o Infinito,
como o relâmpago que você é, num flash, 
sobe para o Infinito.
Do Nada, do Infinito,
do Nada, cai em chuva.
Ao chegar na Terra, veste seu corpo humano,
seu corpo iluminado.
Entra na Torre.
Fala com a Torre.
Falando com a Torre do seu destino.
Diz à Torre: "Eu sou você".
Ao relâmpago que vem do Nada, fala,
dizendo: "Relâmpago eu sou você."
Sim, você é um relâmpago que vem do Nada, do Infinito,
para o espaço e o tempo.
Você é um relâmpago que se cristaliza
em Torre, em Casa-Deus,
você esta realizando a Grande Obra,
a Casa do Sol, a Casa da Consciência,
compartilhando da criação permanente do Universo.
Sim, você é um relâmpago que cria o Universo.
E você anda no Paraíso terrestre.
Do alto da Torre se espalha um vôo de pombos."
 spiranrofunda sensação de bem estar, 
deixando seus músculos se relaxar, 
se abahttp://www.dassigny.com.br/arcano16.shtml


1
1ndonar, 
você entra no Templo da sua consciência.  
Para descobrir o segredo da Torre, 

começa de se imaginar numa Torre de pedra, 

uma Torre de meditação.
A Casa-Deus. 

Você está em uma Torre de solidão.
Meditando...
 ao redor de você olhando
as paredes de pedra. 

Escutando o silêncio ao redor de você.
 
Percebendo:
Meu destino é uma Torre de pedra,
m
eu carma me aprisiona. 
De repente, um raio, 
um relâmpago
ilumina o interior da torre,

u
m relâmpago que vem do mais alto, 
de mais alto do que o alto da Torre.
 
Na luz do relâmpago percebe:
 
Eu sou o relâmpago.
Minha Torre é um relâmpago de Luz. 

Você já vestiu a forma do relâmpago. 

E você se lembra,
 
se lembra que você é uma consciência, 

uma consciência sem forma,
infinita,
 livre, livre,
capaz de vestir qualquer forma.
 
Lembra-se que você não é suas roupas,
não é seu corpo, 
nem suas emoções, 
lembra-se que é consciência pura, 

é o Eu Superior que você é.
 
Inspirando a Luz, expirando a Luz,
você sobe para o Céu, 

para o Infinito.
 
Desce.
 
Desce como a chuva, sem forma.
Desce em chuva.
 
Você é uma chuva de benções,
que desce para a Terra.
  
Ao chegar na Terra, você veste seu corpo humano.
 
Entra livremente na Torre do destino.
 
Entra na Torre, como entra um arquiteto.
 
Entra com o Poder de dar à Torre do seu destino
a forma que você quer.
 
E você arquiteta a Torre na forma de um castelo, 

lindo, na beira de um rio, 

onde se refletem árvores
a beleza da construção alta que você edificou.  
De novo você chama o relâmpago. 

Do Nada, você chama o relâmpago.
 
Ao longo dessa corda de Luz,
sobe para o Infinito, 

como o relâmpago que você é, num flash,  

sobe para o Infinito.
 
D
Inspirando Luz, expirando Luz, 
inspirando Luz pelo seu corpo inteiro, 
expirando uma profunda sensação de bem estar, 
deixando seus músculos se relaxar, 
se abandonar, 
você entra no Templo da sua consciência.   
Para descobrir o segredo da Torre, 
começa de se imaginar numa Torre de pedra, 
uma Torre de meditação. 
A Casa-Deus. 
Você está em uma Torre de solidão. 
Meditando... ao redor de você olhando 
as paredes de pedra. 
Escutando o silêncio ao redor de você. 
Percebendo: 
Meu destino é uma Torre de pedra, 
meu carma me aprisiona. 
De repente, um raio, um relâmpago 
ilumina o interior da torre, 
um relâmpago que vem do mais alto, 
de mais alto do que o alto da Torre. 
Na luz do relâmpago percebe: 
Eu sou o relâmpago. 
Minha Torre é um relâmpago de Luz. 
Você já vestiu a forma do relâmpago. 
E você se lembra, 
se lembra que você é uma consciência, 
uma consciência sem forma, 
infinita, livre, livre, 
capaz de vestir qualquer forma. 
Lembra-se que você não é suas roupas, 
não é seu corpo, nem suas emoções, 
lembra-se que é consciência pura, 
é o Eu Superior que você é. 
Inspirando a Luz, expirando a Luz, 
você sobe para o Céu, 
para o Infinito. 
Desce. 
Desce como a chuva, sem forma. 
Desce em chuva. 
Você é uma chuva de benções, 
que desce para a Terra.   
Ao chegar na Terra, você veste seu corpo humano. 
Entra livremente na Torre do destino. 
Entra na Torre, como entra um arquiteto. 
Entra com o Poder de dar à Torre do seu destino 
a forma que você quer. 
E você arquiteta a Torre na forma de um castelo, 
lindo, na beira de um rio, 
onde se refletem árvores 
e a beleza da construção alta que você edificou.   
De novo você chama o relâmpago. 
Do Nada, você chama o relâmpago. 
Ao longo dessa corda de Luz, 
sobe para o Infinito, 
como o relâmpago que você é, num flash,  
sobe para o Infinito. 
Do Nada, do Infinito, 
do Nada, cai em chuva. 
Ao chegar na Terra, veste seu corpo humano, 
seu corpo iluminado. 
Entra na Torre. 
Fala com a Torre. 
Falando com a Torre do seu destino. 
Diz à Torre: "Eu sou você". 
Ao relâmpago que vem do Nada, fala, 
dizendo: "Relâmpago eu sou você." 
Sim, você é um relâmpago que vem do Nada, do Infinito,
para o espaço e o tempo. 
Você é um relâmpago que se cristaliza 
em Torre, em Casa-Deus, 
você esta realizando a Grande Obra, 
a Casa do Sol, a Casa da Consciência, 
compartilhando da criação permanente do Universo. 
Sim, você é um relâmpago que cria o Universo. 
E você anda no Paraíso terrestre. 
Do alto da Torre se espalha um vôo de pombos.

o Nada, do Infinito,
do Nada, cai em chuva.
 
Ao chegar na Terra, veste seu corpo humano, 

seu corpo iluminado.
 
Entra na Torre.
 
Fala com a Torre. 

Falando com a Torre do seu destino.
 
Diz à Torre: "Eu sou você".
 
Ao relâmpago que vem do Nada, fala,
dizendo: 
"Relâmpago eu sou você." 
Sim, você é um relâmpago que vem do Nada, do Infinito,
para o espaço e o tempo. 
Você é um relâmpago que se cristaliza
em Torre, 
em Casa-Deus, 
você esta realizando a Grande Obra,
 
a Casa do Sol, a Casa da Consciência,
 
compartilhando da criação permanente do Universo.
 
Sim, você é um relâmpago que cria o Universo.
 
E você anda no Paraíso terrestre.
 
Do alto da Torre se espalha um vôo de pombos.



Inspirando Luz, expirando Luz, inspirando Luz pelo seu corpo inteiro,
expirando uma profunda sensação de
 bem estar, 
deixando seus músculos se relaxar,
se abandonar,
 
você entra no Templo da sua consciência.
  
Para descobrir o segredo da Torre, 

começa de se imaginar numa Torre de pedra, 

uma Torre de meditação.
A Casa-Deus. 

Você está em uma Torre de solidão.
Meditando...
 ao redor de você olhando
as paredes de pedra. 

Escutando o silêncio ao redor de você.
 
Percebendo:
Meu destino é uma Torre de pedra,
m
eu carma me aprisiona. 
De repente, um raio, 
um relâmpago
ilumina o interior da torre,

u
m relâmpago que vem do mais alto, 
de mais alto do que o alto da Torre.
 
Na luz do relâmpago percebe:
 
Eu sou o relâmpago.
Minha Torre é um relâmpago de Luz. 

Você já vestiu a forma do relâmpago. 

E você se lembra,
 
se lembra que você é uma consciência, 

uma consciência sem forma,
infinita,
 livre, livre,
capaz de vestir qualquer forma.
 
Lembra-se que você não é suas roupas,
não é seu corpo, 
nem suas emoções, 
lembra-se que é consciência pura, 

é o Eu Superior que você é.
 
Inspirando a Luz, expirando a Luz,
você sobe para o Céu, 

para o Infinito.
 
Desce.
 
Desce como a chuva, sem forma.
Desce em chuva.
 
Você é uma chuva de benções,
que desce para a Terra.
  
Ao chegar na Terra, você veste seu corpo humano.
 
Entra livremente na Torre do destino.
 
Entra na Torre, como entra um arquiteto.
 
Entra com o Poder de dar à Torre do seu destino
a forma que você quer.
 
E você arquiteta a Torre na forma de um castelo, 

lindo, na beira de um rio, 

onde se refletem árvores
a beleza da construção alta que você edificou.  
De novo você chama o relâmpago. 

Do Nada, você chama o relâmpago.
 
Ao longo dessa corda de Luz,
sobe para o Infinito, 

como o relâmpago que você é, num flash,  

sobe para o Infinito.
 
Do Nada, do Infinito,
do Nada, cai em chuva.
 
Ao chegar na Terra, veste seu corpo humano, 

seu corpo iluminado.
 
Entra na Torre.
 
Fala com a Torre. 

Falando com a Torre do seu destino.
 
Diz à Torre: "Eu sou você".
 
Ao relâmpago que vem do Nada, fala,
dizendo: 
"Relâmpago eu sou você." 
Sim, você é um relâmpago que vem do Nada, do Infinito,
para o espaço e o tempo. 
Você é um relâmpago que se cristaliza
em Torre, 
em Casa-Deus, 
você esta realizando a Grande Obra,
 
a Casa do Sol, a Casa da Consciência,
 
compartilhando da criação permanente do Universo.
 
Sim, você é um relâmpago que cria o Universo.
 
E você anda no Paraíso terrestre.
 
Do alto da Torre se espalha um vôo de pombos.

22 de jun de 2012

Mais perto...

22/06/2012
22+11=
33




Despertar o Cristo em nós...
Voltar a vida...
Renascer...
Temos toda ajuda disponível, mas cabe a nós dar os passos necessários para que isto aconteça...
Estou disposta a isso!!!

21 de jun de 2012

21/06/2012
3+6+5=
9+5=
14/5




E dali mudanças...
Mudar...
Mudar...
Mudar...
Até que tudo entre na nova ordem...
Até que tudo esteja conforme a vontade do nosso Deus/Deusa...
Relaxar, soltar e confiar nesse processo é importante...
O Universo conspira para o bem e para dar certo...
Eu aceito profundamente... quero mais é ser feliz!!!

20 de jun de 2012

Solstício de inverno...

20/06/2012
2+6+5=
13/4




Transformar o nosso modo de lidar com as coisas... 
Já repararam a resistência que temos até mesmo com o clima. 
Reclamamos porque chove, reclamamos porque o ar está seco... 
Reclamamos do calor e reclamamos do frio...
Chegou a hora de aprendermos a observar nossa experiência sem tanta resistência...
Podemos aproveitar todas as estações...
Hoje as 23:09 teremos o Solstício de Inverno...
Que o inverno seja um tempo para me recolher e me encontrar... e dentro de mim eu possa ver que existimos juntos...
Para o I Ching, o inverno é um tempo de concentração...
Segundo uma postagem bem interessante que li o inverno é tempo de recolhimento, reflexão e reformulação... Não é por acaso que vibramos o 13 hoje...

Não quero me esquecer que a separação dentro e fora é uma ilusão...
Tudo já está unido e funciona desta maneira...
Quero poder fazer parte disto...
Aproveitar o frio e dormir de conchinha como diz a Pat... rsrs...
As estações mudam, eu mudo e quero aprender a respeitar meus ciclos...
A união dos dois mundos está acontecendo, quer queiramos ou não. Sei que podemos dar este passo... Até que chegue o dia em que não mais exista dentro ou  fora... 
Estaremos todos vivendo dentro e fora ao mesmo tempo!!!

19 de jun de 2012

União...

19/06/2012
1+6+5=
12= 3




Hoje me ocorreu algo, mas gostaria de abrir discussão sobre esse assunto...
Acredito que é o início da informação mas se somarmos a pista de cada um teremos um caminho se formando...
Hoje o nosso 3 fala de manifestação...
E a bola da vez anda sendo a união...
Ai o que me ocorreu foi o seguinte...
Temos nosso ponto de vista, e nossas crenças de certo e errado...
Tudo divididinho...
Portanto quando nos classificamos como "certos" manifestamos muitas coisas "erradas" para que possamos fazer o equilíbrio da balança...
Portanto ficamos entre duas possibilidades sempre...
Se conseguirmos fazer essa união de conceitos e alargamento das crenças...
Observando mesmo... questionando o que fazemos e o que pensamos como verdades...
Poderemos abrir as possibilidades infinitas na manifestação...
Para hoje desejo a minha união interna comigo mesma e a união com tudo que me cerca externamente...
Que dentro e fora sejamos um...
Individualmente juntos...

18 de jun de 2012

Não honro acordos dos quais não participei...

18/06/2012
9+6+5=
20
2





Jesus viu crianças sendo amamentadas. Ele disse a seus discípulos: "Esses pequeninos que mamam são como aqueles que entram no Reino." Eles lhe disseram: Nós também, como crianças, entraremos no Reino?" Jesus lhes disse: "Quando fizerdes do dois um e quando fizerdes o interior como o exterior, o exterior como o interior, o acima como o embaixo e quando fizerdes do macho e da fêmea uma só coisa, de forma que o macho não seja mais macho nem a fêmea seja mais fêmea, e quando formardes olhos em lugar de um olho, uma mão em lugar de uma mão, um pé em lugar de um pé e uma imagem em lugar de uma imagem, então, entrareis (no Reino).

Evangelho de Tomé

Jesus disse: "Todas as espécies, todas as formações, todas as criaturas estão unidas, elas dependem umas das outras, e se separarão novamente em sua própria origem. Pois a essência da matéria somente se separará de novo em sua própria essência. Quem tem ouvidos para ouvir que ouça".
Evangelho de Maria Madalena

Possibilidades ilimitadas...
A união nos é pedida agora. Transformar a dualidade em unidade...
Não existe certo e errado, não existe espaço e nem tempo...
Hoje quero resgatar minha essência perdida em meio a tantas ilusões...
Quero me tornar como criança e no recinto sagrado de meu coração que meus opostos brinquem como crianças...
Que os opostos possam se unir em mim para que eu possa renascer...
Um novo mundo se anuncia...
Quero ser capaz de dar o salto quântico...
Não honro acordos dos quais não participei...
Chegou a hora de colocar as coisas em seus devidos lugares...
Me responsabilizo...
Posso contar comigo mesma...
Estou pronta pra vida...
Amém

17 de jun de 2012

Sol

17/06/2012
8+6+5=
14+5=
19=1




A alegria de partilhar...
Estar realmente junto...
Juntos na pureza e transparência das crianças do arcano Sol...
Livres das doenças psicológicas do ego e com a restauração de Deus no coração...
Estar cada um em essência...
Vamos fazer nossa estrela brilhar...
Hoje é o dia do nascimento...
Eu desejo muito nascer e brilhar!!!