É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

4 de out de 2011

Somos todos um...

04/10/2011
4+1+4=
9




Ao nos colocarmos em movimento o que acontece? 
Tudo o que não serve mais e que ficou parado dentro de nós vem a tona... 
Uauuuuuuuuu!!! Para mim foi assustador no início, mas agora já consigo rir... 
Como dizemos coisas que não sentimos o tempo todo?
 Como ficar conectado, que deveria ser nosso estado natural da trabalho no início... Exige uma atenção sobre-humana...
 Mas tenho colhido frutos e um deles é que não transfiro mais com tanta facilidade meu poder para os outros... Tem algo dentro de mim que pode observar e escolher... mesmo em meio a uma crise...
Hoje quero ficar no meu melhor... se estou bem, sei que melhoro o todo... Alcançamos uma música mais harmônica...
Se eu melhoro, todos ficamos melhores... 
Afinal, somos todos um... 

AMAI-VOS

Amai-vos um ao outro,
mas não façais do amor um guilhão.

Que haja, antes, um mar ondulante
entre as praias de vossa alma.

Enchei a taça um do outro,
mas não bebais da mesma taça.

Dai vosso pão um ao outro,
mas não comais do mesmo pedaço.

Cantai e dançai juntos
e sede alegres.

Mas deixai
cada um de vós estar sozinho.

Assim como as cordas da lira
são separadas e, no entanto,
vibram na mesma harmonia.

Dai vosso coração
mas não confieis à guarda um do outro.

Pois somente a mão da Vida
pode conter o vosso coração.

E vivei juntos,
mas não se aconchegueis demasiadamente.

Pois as colunas do templo
erguem-se separadamente.

E o carvalho e o cipreste
não crescem à sombra um do outro.

- Gibran Kahlil Gibran -



Texto vei daqui!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário