É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

4 de out de 2012

Me despeço e vou...

04/10/2012
4+1+5=
10
1





E a roda gira novamente...
Quero dar o salto quântico, me libertar, recomeçar...
Que o novo abençoe a minha vida com novas atitudes, novas iniciativas, novas respostas a velhos problemas...
Estou disposta a mudar...
Eu me amo e me aceito...
Aceito que você é, seja o que for...
Contudo, não lhe dou o direito de interferir nas minhas escolhas...
Escolho a cura...
Integro a centelha divida de cada ser em mim e a respeito...
Não mais integro doenças...
Cada dia mais sou capaz de distinguir um do outro e sem culpas faço minhas as palavras de Nando Reis em Cegos do Castelo:


"Eu não quero mais mentir
Usar espinhos que só causam dor
Eu não enxergo mais o inferno que me atraiu
Dos cegos do castelo me despeço e vou
A pé até encontrar
Um caminho, o lugar
Pro que eu sou
Eu não quero mais dormir
De olhos abertos me esquenta o sol
Eu não espero que um revólver venha explodir
Na minha testa se anunciou
A pé a fé devagar
Foge o destino do azar
Que restou..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário