É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

2 de jan de 2012

Eu escolho amar...

02/01/2012
2+1+5=
8



Hoje quero voltar a sentir o sabor das coisa... Encontrar o equilíbrio dinâmico...
Eu escolho amar!


"— A voz do espírito não provém de parte alguma — continuou. — Ela provém das profundezas do silêncio, da esfera do não-ser. Esta voz só pode ser ouvida quando estamos absolutamente silenciosos e equilibrados.
Explicou que as duas forças contrárias que nos movem, masculino e feminino, positivo e negativo, luz e trevas, precisam ser mantidas em equilíbrio para que seja criada uma abertura na energia que nos envolve; uma abertura através da qual nossa consciência possa esgueirar-se. Através dessa abertura na energia que nos cerca o espírito pode manifestar-se.
— Nós estamos em busca do equilíbrio—prosseguiu.—Mas equilíbrio não significa apenas uma porção igual de cada força.Significa também que, à medida que as porções são igualadas, a nova combinação harmoniosa ganha impulso e começa a movimentar-se por si mesma."
A Travessia das Feiticeiras- Taisha Abelar

Nenhum comentário:

Postar um comentário