É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

13 de fev de 2012

Livre...

13/02/2012
4+2+5=
11



Ultrapassar os limites...
Estar livre 5 para manifestar no físico 4 quem somos, nossa essência 2...



'O Medo adoece e emburrece, pois ele reprime suas emoções e sentimentos. Você se acoa e trava. A mente não funciona e você se torna um DEPENDENTE! Similar a um viciado.


Perceba no vídeo abaixo que tem uma cena do filme "Revolver" e que demonstra o Hemisfério Esquerdo do cérebro condicionado a não dar ouvidos ao Hemisfério Direito. Tudo precisa estar sob controle, ser controlável e previsível. Quando não há mais certezas, se perde o controle e a mente se desespera. O medo que nos é imputado pelo meio sistêmico em que vivemos, nos coloca nesses moldes sociais. Essa analogia com essas cenas desse filme, nos dá a dica de como fazer uma introspecção, uma reflexão e perceber que não há nada para ser controlado nem manipulado. Quem quer controle TEME! Quem manipula é com base no MEDO! A mente nos mente quando não se abre. Ela se fecha ao Hemisfério Esquerdo e nos prega peças, nos engana e nos ilude!

Ative a legenda no CC


"Há algo sobre você mesmo que você não sabe. Algo que você nega existir. Até ser tarde demais para fazer alguma coisa a respeito. É o único motivo pelo qual você levanta toda manhã. O único motivo pelo qual você aguenta o chefe intragável, o sangue, o suor e as lágrimas. É o porque você quer que as pessoas saibam o quanto você é bom, atraente, generoso, engraçado, maluco e inteligente. Tenha medo de mim ou me reverencie. Mas por favor, me considere especial. Compartilhamos um vício: a necessidade de aprovação. Todos nós queremos um tapinha nas costas e o relógio de ouro, o grito da torcida. Olha só o garoto inteligente com o brasão polindo o troféu. Continue brilhando diamante maluco! Afinal somos macacos de terno, implorando pela aprovação dos outros. Se soubéssemos disso, não faríamos isso tudo. Alguém está escondendo isto da gente e, se tivéssemos uma segunda chance, você perguntaria: por quê? O ego é o pior dos trapaceiros em que podemos pensar, em que podemos imaginar, porque você não o vê. O problema é que o ego se esconde no último lugar em que você procuraria: em si mesmo! Ele disfarça os pensamentos dele com os seus pensamentos e os sentimentos dele com os seus sentimentos. Você acha que é você. As necessidades das pessoas de proteger seus próprios egos não conhece limite. Elas mentem, roubam, enganam, matam, fazem o que for preciso para manter o que chamamos de fronteiras do ego. As pessoas não têm idéia de que estão numa prisão, não sabem que há um ego, não conhecem a diferença. Primeiro, é muito difícil para a mente aceitar que há algo além dela mesma. Algo mais valioso e mais capaz de discernir a verdade em si".

Despertar é ENTENDER que há um caminho ao meio, há um equilibrio que nos dá a chave para a verdadeira liberdade. Entender o medo nos faz capazes de transformá-lo em AMOR. Na cena do elevador, o personagem do filme percebeu e entendeu seu medo, e então em seguida "enxergou" que não havia nada a temer. Já o outro personagem pedia para ser temido, pois assim ainda permaneceria no poder e no controle. Quando não há temor, não há MEDO, e se não há medo, não há controle.'


este texto veio daqu    ihttp://pistasdocaminho.blogspot.com/search/label/Pistas

Nenhum comentário:

Postar um comentário