É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

24 de nov de 2010

Prazer... (Parte 2)



24/11/2010
6+11+3=
11+9


Quando eu consigo olhar para mim mesmo, ir além do habitual (11), isso me traz uma maior compreensão da vida (9). Como tenho lidado com o que aprendo no meu dia a dia? Meus talentos são bem aplicados? Sou de acumular conhecimentos ou de transformá-los em ação?
Hoje é um dia para tomarmos posse de tudo o que conquistamos neste ciclo...
Cada novo conhecimento...
Cada novo relacionamento...
se sentir merecedor da vida...
para se responsabilizar por ela da melhor maneira que puder...
fazer parte da vida da melhor maneira...
estar presente...
estar consciente de cada gesto...
de cada palavra...
É muito estranho estar realmente presente durante uma briga.
A primeira sensação que tive foi vergonha. As coisas parecem sair de foco e aí tudo vira bagunça. E eu me perguntei: Pra que? O que consegui com isso além de me desgastar?
Contudo, percebi que simplesmente deixar pra lá não me fazia sentir melhor. Porém, haviam outras maneiras de lidar com a situação. E percebi de forma bem clara que cada vez que  brigo, apenas estou tentando forçar o outro a agir da maneira que eu desejo, ao invés de me responsabilizar por manifestar a vida que eu desejo.
Muitas vezes grito para não ter que fazer uma escolha...
Muitas vezes choro, para não ter que mudar...
Mas depois que passa o medo de tomar a vida nas mãos a sensação é de um prazer intenso!!!!
Que hoje possamos sentir este prazer!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário