É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

23 de set de 2011

A lua...

23/09/2011
5+9+4=
18
9



O Arcano 18 do tarô é a Lua, um símbolo feminino, representa o que está escondido, as águas do inconsciente, a noite escura da alma. Mas o que isto teria a ver com o 9 da numerologia? 
Ora, como encontrar o Amor Universal, se não nos conhecemos por inteiro? Se não mergulharmos em nossas profundezas? Mergulhar em nosso inconsciente... Água é símbolo de vida-morte-vida... é o ciclo manifestado... Retornaremos fortalecidos deste mergulho e seguiremos rumo ao que realmente nos importa... 
Olhar o feminino como o mal, é negar a existência... é negar quem somos... Temer este encontro, é temer a vida... é continuar a vagar pelo mundo como zumbis, apartados do Agora, apartados da Fonte, apartados de Deus...
Ao resgatar o que está escondido, nossos dons profundos: intuição. visão do todo, consciência de sermos parte do todo, cooperação, dentre tantos outros, podemos entender melhor o 9. 
Entender que não chegaremos a nenhum lugar sozinhos... 

Hoje eu passo a me conhecer melhor, a ser mais inteira!!!


Esta é a hora da verdade do herói, tempo de terror e reverência. A experiência da travessia é familiar a quantos fizeram a jornada rumo à autocompreensão. Os místicos lhe chamavam a "Noite Negra da Alma". Em mitos e lendas, aparece como a "Jornada Noturna do Mar", onde, tradicionalmente, como Jonas na barriga da baleia, o herói precisa vencer o monstro que pode devorar-lhe a consciência e mantê-lo cativo. Em termos psicológicos, isso lhe simboliza a vitória sobre os aspectos devoradores do inconsciente, o qual, de outro modo, engoliria a consciência do seu ego, acarretando a psicose.
Sallie Nichols- Jung e o Tarô.





Nenhum comentário:

Postar um comentário