É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

16 de fev de 2011

Tudo Novo de Novo...




16/02/2011
7+2+4=
13/4


É como se até agora, até o 12, soubéssemos onde estávamos... entrar pela porta do 13 revela uma surpresa... uma transformação...
Que hoje eu possa receber esta transformação como uma festa surpresa e celebrar a vida!!!
Que meus sonhos estejam manifestados do outro lado da porta...
Que eu possa sentir prazer e alegria nisto...
Quantas alegrias não me permiti viver por medo do novo? Por não estar habituada a elas?
Quantas ilusões criei para me afastar da felicidade por temer a expansão?
Hoje me liberto do medo do novo...
Recupero os meus sentidos de criança... reaprendo a viver a expectativa do novo...
Mas não quero mais me enjoar do brinquedo logo em seguida... quero desfrutar até a última gota... saborear a vida...
Depois que este novo passar a ser mais um 12... que a benção da porta 13 se faça presente mais uma vez... e que meu coração se inunde da alegria da expectativa do que irei encontrar do outro lado...
Desta forma, a vida nunca mais será uma rotina... não mais desempenharei minhas tarefas por obrigação... saberei usufruir da benção do novo em todas elas... Não importa quantas vezes tenha feito a mesma coisa... Ela nunca mais será a mesma... As nuances são infinitas... e hoje eu me dou o direito de conhecê-las... de vivê-las...
Tudo pode ser transformado, o novo pode tocar sua vida agora... Nas mais simples tarefas... Você verá por si mesmo...
O surpreendente, ou seja, o inesperado não está em uma atitude, um objeto, uma palavra... em nada que saia de você...
Você é o surpreendente, o inesperado encarnado... portando: surpreenda-se...


Tudo Novo de Novo
Composição: Moska


Vamos começar
Colocando um ponto final
Pelo menos já é um sinal
De que tudo na vida tem fim

Vamos acordar
Hoje tem um sol diferente no céu
Gargalhando no seu carrossel
Gritando nada é tão triste assim

É tudo novo de novo
Vamos nos jogar onde já caímos
Tudo novo de novo
Vamos mergulhar do alto onde subimos

Vamos celebrar
Nossa própria maneira de ser
Essa luz que acabou de nascer
Quando aquela de trás apagou

E vamos terminar
Inventando uma nova canção
Nem que seja uma outra versão
Pra tentar entender que acabou

Mas é tudo novo de novo
Vamos nos jogar onde já caímos
Tudo novo de novo
Vamos mergulhar do alto onde subimos

Nenhum comentário:

Postar um comentário