É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

21 de set de 2010

Unidade na diversidade



21/09/2010
3+9+3=15
6

Porque sempre estamos entre duas coisas? Ontem e amanhã, emprego ou descanso, e assim vai.... Porque não podemos estar no aqui e agora, afinal é onde as coisas acontecem. É onde posso verdadeiramente fazer minhas escolhas... Estamos imersos em um mundo de possibilidades em potencial de vir a ser. Sabe como eu manifesto? Quando me concentro em algo. Se estou acostumado a me concentrar apenas nas coisas que não gosto, vou manifestar mais coisas que não gosto...
Vamos escolher nos libertar dos ciclos viciosos que nos prendem, hoje me comprometo a escolher diferente, por mim, olho no olho, verdadeiramente. Sentir a vida pulsando em meu corpo, sentir a vida fluindo em mim e a minha volta. Quando eu conseguir sentir que a Terra é minha casa e tudo o que me cerca se tornar familiar, conhecido, sentido, vivido, amado...com certeza terei mais respeito por mim, pela Terra, pelos seus habitantes. não mais terei que fazer a escolha: eu ou o outro. Descobrirei: não há nada que nos separa... não importa a escolha que faço. Não importa se chamo de direita, se chamo de esquerda, bem ou mal, pra cima ou para baixo. Estamos todos no mesmo barco...Verdadeiramente SOMOS TODOS UM, somos unidade (1) na diversidade (6).

Nenhum comentário:

Postar um comentário