É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

9 de abr de 2012

Mais feliz...

09/04/2012
9+4+5=
18
9





Conseguir entender as coisas na dualidade tem sido um desafio. Só consigo sentir que estou realizando este propósito quando encontro dentro do meu corpo o lugar onde este conhecimento pode ser posto em prática. Quando falamos aqui de nos dar importância não estamos nos referimos a importância pessoal do ego, bem explicada por Castaneda. Nem sei se para dizer o quero dizer a palavra importância seja a mais adequada. Explicarei abaixo e aceito sugestões...
Falamos de um estado, uma postura, uma ação, sensação, sentimento pautado na conexão com Deus... A importância pessoal faz com que qualquer coisa na vida seja interpretada como um ataque pessoal. Por exemplo: Estamos em uma festa e paramos pra conversar com alguém. Este alguém começa a dizer o quanto detesta que as pessoas fiquem dançando sem parar. Você adora dançar sem parar e fica muito desconfortável porque acha que o comentário foi uma indireta para você. Este exemplo se multiplica em vários níveis e situações. 
Contudo a importância da qual nos referimos na postagem anterior diz respeito ao estado de conexão no qual sabemos nosso papel, sabemos o que devemos fazer, damos o nosso melhor e vivemos nossa vida para além das atitudes robotizadas, para além da reatividade... 
A partir de hoje quero ter escolha... quero me conhecer, dar um mergulho interno, para que o automático em mim, o padrão, a reação não assumam e deem as respostas para as situações de minha vida!!! 
Quero me considerar, quero considerar o outro também... Aliás me considerar é considerar o outro... 
Se eu melhoro o mundo com certeza fica melhor... 
Se eu me torno mais feliz o mundo fica mais feliz!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário