É o grande problema interior, aquele de cada um e de todos. É o problema da alma, que descobre em si mesma um abismo de trevas e de luz, que se contempla com uma mistura de encantamento e de pavor e se diz: "Eu não sou deste mundo, pois ele não é suficiente para me explicar".
Os grandes Iniciados- Édouard Schuré

1 de abr de 2012

O que nos cerca...

01/04/2012
1+4+5=
1



Começamos o mês que vibra 4, e ele nos diz para por a mão na massa, trabalhar e manifestar nossos sonhos...
Somado ao ano 4+5=9, nos lembra a não esquecermos que fazemos parte de um Todo, não esquecermos de quem nos cerca. Vamos estender a mão. Com as mãos estendidas estaremos prontos a dar e a receber...
E o dia nos lembra que começamos um novo ciclo 1.
Que este novo ciclo nos brinde com consciência, com a capacidade de estarmos presentes em nossas vidas!!!


"A grande maioria do Universo nada mais é do que espaço vazio. Da mesma forma, um átomo é composto em sua maioria de vazio; o corpo humano, se fosse examinado com lente de aumento, também pareceria um grande espaço vazio, cheio de pequenas concentrações de energia pulsante. O vazio, do mesmo modo, domina a psique; entretanto, na introspecção, o vazio está repleto de consciência e felicidade." (Nik Douglas)
No fundo, na quintessência, nós somos feitos do nada, por mais que possamos tocar nossa pele e jurar que a matéria é real. Quando os cientistas decompõem a matéria até chegarem próximos às menores dimensões conhecidas, verificam que o átomo é quase que inteiramente espaço vazio, e o que resta de aparentemente "material", os elétrons e as partículas subatômicas, comportam-se como pura energia: ainda ali não há nada rigidamente material!

O mundo físico não é mais que "energia congelada", a ilusão das formas que os hindus chamam de "Maya". No fundo, a matéria é pura energia, pura luz, como mostra a fórmula da "Teoria da Relatividade" de Einstein: E=mc2. Quando os físicos quânticos calculam a quantidade mínima de energia que uma onda pode ter, encontram que cada centímetro cúbico de espaço vazio contém mais energia do que a energia total de toda a matéria do universo conhecido! Existe um grande poder no vazio, no nada.

Na filosofia budista, o almejado estado de consciência denominado "Nirvana", também significa o mesmo que nada (literalmente, dissolução). Segundo todas as tradições espirituais desenvolvidas, encontramos a Unidade apenas nesse vazio, onde as polaridades e contradições se dissolvem, onde os paradoxos se reconciliam: no nada encontramos a totalidade! Esta visão mística da realidade é uma das maneiras de dizer que o Universo é feito e sustentado pela bem aventurada Vontade de Deus, que é Tudo no Nada. Nele nos movemos e temos nossa existência, e à sua imagem também somos Tudo no Nada."

Otavio Azevedo

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Gosto muito de conhecer outros blogs, de saber o que andam escrevendo outros autores!

    Quando quiser, visite meu blog!

    Um abraço,

    Eduardo

    www.maneirasimples.wordpress.com

    Brasil

    ResponderExcluir
  2. Impressionante a sincronia...
    Terminei a postagem de hoje e abri seu blog...
    Lá estava, ciclos sem fim...
    Grata pela companhia no caminho...
    Namasté

    ResponderExcluir